sexta-feira, 2 de março de 2018

VIGORDOAR










VIGORDOAR

Pra onde foi que fui
Por onde foi que continuo indo
No vou fui, voo no fino vento que se acerca desse ser
Desço por ora subo na maré do vento fresco outonal
O vigor de antes vai virar
Revi-gorar no vigordoar
Ali me estar
Alimentar a terra
que me acolherá

andreiACunha